Michaela Huber 1

Parte 1: Direito e realização

Teil 1.1 findet am 24.02.2023 von 12-19 Uhr statt

Teil 1.2 findet am 10.03.2023 von 12-19 Uhr statt

Formação em 3 partes consecutivas sobre o tema: "Exploração organizada, sadismo e violência ritual".

Uma maior percentagem da chamada pornografia infantil e prostituição infantil, bem como da prostituição adulta (principalmente de mulheres) contém violência ritual, ou seja, "condicionamento" sistemático, tortura sádica e "treino" para que as vítimas (continuem a) sejam exploradas sem resistência. Muitas pessoas também relatam experiências de abuso relacionadas com alegadamente "satânico" ou outros rituais semelhantes a cultos. E se crianças, jovens ou adultos estão ou estiveram expostos a formas organizadas e sádicas de exploração, a maior dificuldade para eles é ignorar a proibição do silêncio, geralmente associada a ameaças de morte, e confiar em ajudantes, pelo menos em pistas. Por conseguinte, todos aqueles que trabalham no sector social e de cuidados de saúde, bem como em profissões educacionais, devem ter conhecimentos básicos sobre as características que indicam tais formas de experiências de violência. Que sintomas mostram as pessoas afectadas? Que formas típicas de intrusões (memórias em forma de flashback) descrevem? De que compulsões de pensamento, sentimento e comportamento sofrem eles? E se olharmos para o outro lado: Quem são os perpetradores? Que tipo de forma moderna de mercado de escravos tem surgido? Quem são os clientes? Existem crenças ideológicas que precisam de ser consideradas? Que estudos existem a nível internacional sobre este tema? A que distorções de memória podem ser sujeitas as pessoas afectadas? Podemos acreditar no que os clientes nos dizem: completamente, parcialmente - de forma alguma? Como podemos saber se o que é relatado realmente aconteceu? Por vezes temos de agir em "pensamento duplo": Tudo o que fazemos e sugerimos tem de ser apropriado - quer os crimes denunciados tenham realmente acontecido, quer o cliente os tenha acabado de inventar. Como podemos estar "no lado seguro"? Existem provas e como podemos reclamá-las e continuar a ser abstinentes? Como construir confiança suficiente para planear os primeiros passos das relações destrutivas com a pessoa em questão? E se alguém afirma já ter "desistido" - como poderíamos reconhecê-lo? Diagnósticos e diagnósticos diferenciais, bem como prognósticos: Quem consegue sair com sucesso do círculo de infractores - e
o que poderia seguir-se depois?

Sexta-feira 12.00 - 19.00

Data

24.02.2023

Hora

12:00

Etiquetas

Webinar online
Código QR
pt_PT
0
    0
    Carrinho de compras
    O seu carrinho de compras está actualmente vazioVoltar para a página inicial